Hospedagem
  1. Cada proponente e participante de comunicação coordenada somente poderá inscrever uma única proposta e todos deverão fazer a sua a inscrição individualmente no site do Congresso.

  2. As comunicações coordenadas estão vinculadas aos eixos temáticos e compõem-se de um grupo de trabalhos, propostos pelos investigadores, de forma coordenada em torno de um tema por eles definido.

  3. A proposição das comunicações coordenadas terá de ser enviada pelo sistema de inscrição do Congresso. Cada comunicação coordenada tem um coordenador, a quem compete fazer a inscrição da proposta enviando os resumos de cada um dos membros participantes, contendo os títulos dos trabalhos; a respectiva afiliação institucional dos participantes e, posteriormente, gerir as atividades dessa mesa.

  4. Cada resumo dos participantes e da proposta da comunicação coordenada deverá apresentar: título do trabalho em negrito; caixa alta; no mínimo 2.500 e no máximo 3.000 caracteres (com espaços); três palavras chave.

  5. Os resumos individuais dos participantes da comunicação coordenada deverão conter: temática; objetivos; metodologia; fontes; periodização; resultados.

  6. Cada Comunicação Coordenada deverá ser composta por 01 coordenador e mais 03 pesquisadores de instituições diferentes e de, pelo menos, dois estados brasileiros.

  7. Modelo a ser seguido para o envio do Texto Completo. (Clique aqui)


Importante:

As propostas de comunicações coordenadas serão enviadas ao Comitê Científico para avaliação sem a identificação de seus proponentes.

Eixos Temáticos

- Tema Ementa
1 Políticas e Instituições educativas

História e memória das instituições educativas e suas políticas públicas. Compreendem análises acerca dos processos de criação, institucionalização, expansão e cessação das instituições educativas, a atuação dos governos, as reformas educacionais, os modelos institucionais, as modalidades de ensino, bem como as políticas educacionais em âmbito internacional, nacional, estadual e municipal.

2 Intelectuais e projetos educacionais

Debruça-se sobre a trajetória e a produção dos intelectuais que atuaram no campo da educação, vinculando-os a projetos individuais ou coletivos, que se concretizaram (ou não) a partir de propostas de intervenção no mercado editorial, nas instituições educativas e culturais, nas políticas públicas.

3 Imprensa e impressos educacionais

Imprensa como instrumento para a reflexão crítica sobre a sociedade e suas transformações ao longo do tempo e como mecanismo de difusão das representações que circulam, competem e digladiam no espaço social em torno das propostas de educação e formação do cidadão. O percurso histórico de impressos e periódicos voltados para o campo educacional. Sujeitos e instituições na construção da imprensa e dos impressos educacionais. A imprensa informativa e seu papel na divulgação/ocultamento de ideologias e projetos educativos. A pesquisa comparada com impressos e periódicos educacionais, nas dimensões local, nacional e internacional.

4 Formação e profissão docente

Abrange pesquisas que se direcionam ao estudo da história da profissão docente, considerando as instituições de formação; as práticas e os conhecimentos profissionais. Histórias de vida e memórias da profissão docente; suas relações com as políticas, os sujeitos escolares e a sociedade.

5 Educação e Gerações

Investigação histórica das relações geracionais nas dinâmicas sociais e/ou familiares de produção e transmissão do conhecimento. Relações geracionais no contexto escolar e/ou em diferentes processos educadores. Relações geracionais, educação e disputas de poder. Dinâmicas educacionais constituidoras das relações geracionais, de classe, de gênero e/ou origem étnico-racial. Educação, relações geracionais e organização dos espaços públicos e/ou privados. Relações geracionais, corpo e educação.

6 Disciplinas escolares e ensino de história da educação

História do ensino; História das disciplinas escolares; Políticas e estatutos destinados à organização de conhecimentos científicos oriundos tanto do poder estatal quanto das esferas não governamentais (associações profissionais e movimentos sociais); História das propostas curriculares e dos currículos considerando os seus conteúdos, métodos de ensino, práticas pedagógicas (procedimentos didáticos, sistemas de avaliação, uso de materiais didáticos) no cotidiano escolar ou não escolar. Formas de apropriação dos saberes e dos conhecimentos científicos.

7 Memória e patrimônio educativo

Processos e práticas de guarda, seleção, catalogação e preservação de acervos escolares; patrimônio educativo material e imaterial e sua importância para História da Educação; manejo de fontes documentais e arquivos; consolidação de centros de memória, museus educativos e pedagógicos; relações entre memória e História da Educação; História Oral e patrimônio histórico educacional; ações educativas em museus e relações com pesquisa e/ou ensino de História da Educação.

8 Teoria da história e historiografia da educação

As relações entre História, Historiografia e Educação. Aspectos teóricos e metodológicos da investigação histórica da educação. Discussões sobre fontes historiográficas. Os fundamentos da Ciência da História e a escrita da História da Educação. A formação do campo da História da Educação, seus desdobramentos e implicações para a produção do conhecimento histórico. Tendências da historiografia da educação na atualidade. A contribuição da perspectiva comparada para o avanço da História da Educação. Problemas e desafios para a investigação histórica da educação.

9 Educação profissional

Abrange pesquisas sobre origens e formas históricas de educação profissional (não restritas ao Brasil); história de instituições que mantêm ou mantiveram ensino de ofícios; história das profissões; função do ensino médio e separação histórica entre educação humanística e educação profissional; abordagens histórico-teóricas sobre a relação entre educação e trabalho e sobre valores e expectativas dos jovens ante a disjunção entre mundo da escola e mundo do trabalho.

10 Movimentos sociais, etnias e gênero

Investigação de processos educativos envolvendo movimentos sociais, grupos étnicos/raciais e de gênero. Elementos políticos e pedagógicos vinculados à produção das desigualdades entre grupos sociais. Experiências de resistência e promoção da identidade de grupos étnicos/raciais, de gênero e movimentos sociais. Gênero, raça/etnia nas configurações da profissão docente. A educação e construção da diversidade cultural e étnico/racial da sociedade brasileira.